CLIQUE ABAIXO PARA COMPRAR — LIVRO FÍSICO 
AMAZON
 

CLIQUE ABAIXO PARA COMPRAR — E-BOOK
AMAZON   •   APPLE   •   GOOGLE   •   KOBO   •   STORYTEL   •   WOOK


SINOPSE DA OBRA
Em seu romance de estreia, a autora reúne personagens bem construídas, que atravessam momentos-chave da vida com coragem e sensibilidade.

Domingo, o dia da semana tradicionalmente dedicado ao descanso, é também um estado de espírito, lugar de conforto ou dor, acolhida ou solidão. Neste livro, Ana Lis Soares condensa nas narrativas das sete “personagens-ilhas” a grandeza subjacente aos rituais simples e rotineiros dos domingos. São sete trajetórias que se tangenciam para formar um romance autêntico e precioso, em que, ao longo das horas de um domingo, tais personagens tecem reflexões, lidam com perdas, elaboram dificuldades e alegrias e percebem, no sofrimento ou no êxtase, a epifania de estar vivo.

Das bem traçadas linhas de Soares nascem Beatriz, que atravessa o dia imersa em lembranças e desejos, sobretudo o de se reconectar com a filha, Amanda; Bárbara, artista plástica fascinante, viva no corpo e no pensamento de seu companheiro José; Sofia, que, prestes a dar à luz, se dedica a se reconciliar com a memória do pai ausente; a adolescente Isabella, que lida com o divórcio dos pais sem perder a ternura na relação com a avó, sua maior joia; Omolara, que na força da ancestralidade buscou a ponderação para criar os sobrinhos e se acalenta a cada conquista dos dois; Antônia, mãe de oito, avó de seis, um coração pleno de amor e marcado pela crueza do assassinato de um filho; Carolina, jovem enfermeira, que se fortalece para dar fim a um relacionamento abusivo.

Neste entrelaçamento de caminhos, o movimento cíclico da vida, a passagem do tempo, a superação, o amor. Em um dia pacato, como o domingo,
uma existência inteira.

Do prefácio de MARIA VALÉRIA REZENDE
“Sim, este romance tece-se como uma manta de barafunda [...]. Cada capítulo tem o nome e a história de uma mulher, mas, na verdade, do conjunto poderíamos dizer que conta a vida de todas as mulheres, os desafios comuns a todas elas, atravessando barreiras de raça, classe, meio de subsistência, religião, arranjos familiares, campo e cidade, revelando um possível caminho de futuro para toda dor silenciada, toda luta feminista e, ainda, os fundamentos de um conceito de uso recente e necessário, o de interseccionalidade

Sem jamais ser panfletária nem impingir conselhos a quem a lê, Ana Lis traça, sutilmente, a indicação de um caminho que talvez só percebamos por completo ao ler a última linha da derradeira história que compõe este texto-tecido, no qual cada capítulo pode ser lido como novela autônoma, mas que, como romance, vai aos poucos revelando sua entranhada unidade. Ana Lis revela, assim, grande respeito e confiança na inteligência e na sensibilidade de quem a lê, mais uma qualidade a louvar.”

SOBRE A AUTORA
Ana Lis Soares nasceu em Passos (MG), em 1989. Em 2012, formou-se em Jornalismo na Unesp (Bauru, SP) e trabalhou por seis anos nas redações da revista Pais & Filhos e dos portais de notícias Terra e iG, como repórter e editora, percorrendo editorias como Política, Economia, Internacional, Educação, Saúde e Ciência. Trabalha como autônoma desde 2019, produzindo conteúdo sobre livros e literatura em redes sociais (Instagram e Youtube). Selecionado no edital ProAc de 2020, Domingo é seu primeiro livro publicado, dando voz a personagens que acompanham a autora desde os seus dezessete anos.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Título: Domingo
Autora: Ana Lis Soares
Editora: Instante
ISBN: 978-65-87342-19-1
E-ISBN: 978-65-87342-18-4
Formato: 13,5 cm x 20,5 cm
Número de páginas: 208
Edição: 1a
Ano de lançamento: 2021

Domingo é uma publicação da Editora Instante.

Domingo

R$54,90
Domingo R$54,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

CLIQUE ABAIXO PARA COMPRAR — LIVRO FÍSICO 
AMAZON
 

CLIQUE ABAIXO PARA COMPRAR — E-BOOK
AMAZON   •   APPLE   •   GOOGLE   •   KOBO   •   STORYTEL   •   WOOK


SINOPSE DA OBRA
Em seu romance de estreia, a autora reúne personagens bem construídas, que atravessam momentos-chave da vida com coragem e sensibilidade.

Domingo, o dia da semana tradicionalmente dedicado ao descanso, é também um estado de espírito, lugar de conforto ou dor, acolhida ou solidão. Neste livro, Ana Lis Soares condensa nas narrativas das sete “personagens-ilhas” a grandeza subjacente aos rituais simples e rotineiros dos domingos. São sete trajetórias que se tangenciam para formar um romance autêntico e precioso, em que, ao longo das horas de um domingo, tais personagens tecem reflexões, lidam com perdas, elaboram dificuldades e alegrias e percebem, no sofrimento ou no êxtase, a epifania de estar vivo.

Das bem traçadas linhas de Soares nascem Beatriz, que atravessa o dia imersa em lembranças e desejos, sobretudo o de se reconectar com a filha, Amanda; Bárbara, artista plástica fascinante, viva no corpo e no pensamento de seu companheiro José; Sofia, que, prestes a dar à luz, se dedica a se reconciliar com a memória do pai ausente; a adolescente Isabella, que lida com o divórcio dos pais sem perder a ternura na relação com a avó, sua maior joia; Omolara, que na força da ancestralidade buscou a ponderação para criar os sobrinhos e se acalenta a cada conquista dos dois; Antônia, mãe de oito, avó de seis, um coração pleno de amor e marcado pela crueza do assassinato de um filho; Carolina, jovem enfermeira, que se fortalece para dar fim a um relacionamento abusivo.

Neste entrelaçamento de caminhos, o movimento cíclico da vida, a passagem do tempo, a superação, o amor. Em um dia pacato, como o domingo,
uma existência inteira.

Do prefácio de MARIA VALÉRIA REZENDE
“Sim, este romance tece-se como uma manta de barafunda [...]. Cada capítulo tem o nome e a história de uma mulher, mas, na verdade, do conjunto poderíamos dizer que conta a vida de todas as mulheres, os desafios comuns a todas elas, atravessando barreiras de raça, classe, meio de subsistência, religião, arranjos familiares, campo e cidade, revelando um possível caminho de futuro para toda dor silenciada, toda luta feminista e, ainda, os fundamentos de um conceito de uso recente e necessário, o de interseccionalidade

Sem jamais ser panfletária nem impingir conselhos a quem a lê, Ana Lis traça, sutilmente, a indicação de um caminho que talvez só percebamos por completo ao ler a última linha da derradeira história que compõe este texto-tecido, no qual cada capítulo pode ser lido como novela autônoma, mas que, como romance, vai aos poucos revelando sua entranhada unidade. Ana Lis revela, assim, grande respeito e confiança na inteligência e na sensibilidade de quem a lê, mais uma qualidade a louvar.”

SOBRE A AUTORA
Ana Lis Soares nasceu em Passos (MG), em 1989. Em 2012, formou-se em Jornalismo na Unesp (Bauru, SP) e trabalhou por seis anos nas redações da revista Pais & Filhos e dos portais de notícias Terra e iG, como repórter e editora, percorrendo editorias como Política, Economia, Internacional, Educação, Saúde e Ciência. Trabalha como autônoma desde 2019, produzindo conteúdo sobre livros e literatura em redes sociais (Instagram e Youtube). Selecionado no edital ProAc de 2020, Domingo é seu primeiro livro publicado, dando voz a personagens que acompanham a autora desde os seus dezessete anos.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Título: Domingo
Autora: Ana Lis Soares
Editora: Instante
ISBN: 978-65-87342-19-1
E-ISBN: 978-65-87342-18-4
Formato: 13,5 cm x 20,5 cm
Número de páginas: 208
Edição: 1a
Ano de lançamento: 2021

Domingo é uma publicação da Editora Instante.